INEP

Candidatos movimentam escolas públicas e privadas na 1ª etapa do Enem 2019

O gabarito extra oficial da prova deve ser divulgado no próximo dia 13 de novembro (quarta-feira), e o resultado final do Enem, em janeiro de 2020

04/11/2019 09h20 | Atualizada em 04/11/2019 10h40

Candidatos movimentam escolas públicas e privadas na 1ª etapa do Enem 2019

Bruno Cecim / Ag.Pará

PUBLICIDADE

O início da tarde deste domingo (2) foi de movimentação intensa nas escolas estaduais que sediaram a 1ª etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Em Belém, 70% das escolas da rede estadual públicas e privadas receberam os candidatos inscritos.

Na Escola Estadual Ulysses Guimarães, no Bairro de Nazaré, os candidatos começaram a chegar antes da abertura do portão. Ana Clara de Oliveira, 17 anos, é ex-aluna da “Ulysses Guimarães” e foi uma das primeiras a chegar à escola. Fazendo o Enem pela terceira vez, ela disse estar confiante na aprovação. “O lado emocional fica muito abalado, mas estou consciente de que estudei e estou preparada para a prova”, afirmou a candidata.

Na rede estadual de ensino cerca de 30% dos alunos matriculados no 3° ano do ensino médio estão aptos a fazer a prova. Kawanne Souza, 19 anos, é uma das alunas da Escola Estadual Pedro Amazonas Pedroso inscrita no exame. Ela disse que estava concentrada, mas não escondia o nervosismo. “Procurei me concentrar nessa reta final. Teve um pouco de apreensão e de revisão das questões que considerava mais difíceis”, informou. Aos 39 anos, Jeane dos Santos já é formada em Administração há 10 anos, mas decidiu se inscrever no Enem e trocar de profissão. “É um sonho, porque gosto e já trabalho com crianças”, explicou.

Suporte - A expectativa da prova também foi dividida com os pais que acompanharam os filhos aos locais de prova. Renan Pinheiro, 18 anos, faz cursinho em uma escola particular e chegou acompanhado do pai, Márcio Pinheiro. “Na primeira prova foquei em exatas, e agora reforcei a área de humanas e a redação. Acho que dessa vez estou mais preparado”, garantiu o estudante. O pai, que também é professor, disse que a família vive um momento de grande expectativa. “Fiz questão de trazê-lo para dar um suporte e passar confiança até o último momento”, declarou.

O abraço e o desejo de boa sorte são sempre bem-vindos em momentos de tensão, como o Enem. Foi nesse clima que a doméstica Rose Araújo, 46 anos, se despediu da filha, Raquel Araújo, 17, antes de ela entrar para fazer a prova. “Minha filha é muito estudiosa. Se ela passar vai ser um grande orgulho”, garantiu Rose Araújo.

Para a maioria dos candidatos a redação foi novamente o maior desafio na 1ª etapa do Enem. O tema “Democratização do acesso ao cinema no Brasil” pegou a maioria de surpresa. O aluno da Escola Estadual Raimundo Martins Viana, Jhon Wiycklaff, 17 anos, foi um dos primeiros a deixar o local de prova, informando que esperava por outros temas e teve dificuldades para iniciar a prova. “As questões estavam boas, mas me enrolei na hora de elaborar a Redação pelo meu desconhecimento do tema”, disse o estudante.

Gratuidade - A 2ª etapa do Enem será no próximo domingo (10). Pelo fato de a maioria dos estudantes precisar de ônibus para chegar aos locais da prova, o governador Helder Barbalho anunciou neste domingo (3) a gratuidade no transporte público para os candidatos no dia da 2ª etapa. Seguindo o modelo adotado no Estado do Maranhão, o benefício será concedido por meio de acordo firmado entre o Governo do Pará e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros.

O gabarito da prova deve ser divulgado no próximo dia 13 de novembro (quarta-feira), e o resultado final do Enem, em janeiro de 2020.

FONTE: Agência Pará

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE