FORMAÇÃO POLICIAL

Polícia Militar realiza Curso de Supervisão Militar no sul do Pará

O Curso objetiva formar policiais militares para desenvolverem atividades nos colégios militares dos municípios de Marabá e Canaã dos Carajás

11/06/2019 11h01 | Atualizada em 12/06/2019 09h54

Polícia Militar realiza Curso de Supervisão Militar no sul do Pará

PMPA

PUBLICIDADE

A Polícia Militar do Pará, por meio da Diretoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (DPCDH), em parceria com as secretarias municipais de Educação dos municípios de Marabá e Canãa dos Carajás, ambos no sul do Estado, realizou, durante os dias 3 a 6 de junho, o Curso de Supervisão Militar Educacional (CSUME), que objetiva formar policiais militares para desenvolverem atividades nos colégios militares que funcionam nos dois municípios.

Em Marabá, cerca de 50 policiais do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM) compõem a segunda turma do Curso. Após formados, atuarão no Colégio Militar Rio Tocantins (CMRio), unidade escolar localizada na Folha 13, na Nova Marabá, e que já possui cerca de 1.100 alunos matriculados. A primeira turma do CSUME foi formada em 2018, quando os militares deram início aos trabalhos de Supervisão Militar no Colégio.

O segundo e conclusivo módulo desta turma será realizado entre os dias 18 a 20 de junho, ocasião em que os policiais serão certificados e passarão a concorrer à escala de serviço da instituição educacional.

Já em Canãa dos Carajás, são 31 policiais militares que integram a primeira turma do município. Vindos do 17º Pelotão Policial Destacado (17º PEL), unidade vinculada ao 23º BPM, os militares estão sendo capacitados para atuar no Colégio Militar Ronilton Aridal, localizado no bairro Nova Esperança I.

Para o prefeito de Canãa dos Carajás, Jeová Andrade, que esteve presente durante a formação dos policiais, “o projeto de Supervisão Militar é fundamental para a estrutura escolar e poderá ser estender para outros estabelecimentos de ensino do município”, afirmou.

Durante o curso, os militares receberam instruções sobre o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), sobre como atuar no “controle de fora da sala”, no desenvolvimento de temáticas cívico-militares com os alunos, além de realizar processos de reorientação escolar e de valorização dos discentes.

Uma equipe de militares da DPCDH e da Companhia Independente de Polícia Escolar (Cipoe) foi a responsável pelas palestras sobre temas como a prevenção e atuação nos casos de violência escolar aos alunos do CSUME.

FONTE: PMPA

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE