SALOBO METAIS

Mineradora subsidiária da Vale é condenada a pagar multa de R$ 520 mil por incêndio ambiental no sudeste do PA

A empresa causou um incêndio na Floresta Nacional de Carajás, em agosto de 2012. De acordo com a Justiça, o fogo durou 55 dias e devastou uma área equivalente a quase mil campos de futebol

24/08/2019 13h25 | Atualizada em 27/08/2019 13h17 1 comentario

Mineradora subsidiária da Vale é condenada a pagar multa de R$ 520 mil por incêndio ambiental no sudeste do PA

Internet

PUBLICIDADE

A empresa Salobo Metais, subsidiária da mineradora Vale, foi condenada a pagar uma multa de R$521 mil reais por causar um incêndio na Floresta Nacional de Carajás, no sudeste do estado, em agosto de 2012. De acordo com a Justiça, o fogo durou 55 dias e devastou uma área equivalente a quase mil campos de futebol.

Segundo o laudo elaborado pelo instituto Chico Mendes, o fogo foi provocado por um curto-circuito. A empresa teria deixado de fazer o corte ou a poda da vegetação próxima às linhas de transmissão de energia da empresa que atravessam a floresta, ocasionando o incidente. A vistoria da EletroNorte confirmou o laudo.

Em nota, a empresa declarou "que a Salobo Metais recorrerá da decisão, assim que for notificada. Importante esclarecer que empresa ajuda a proteger seis unidades de conservação no Pará, que somam 786 mil hectares de floresta nativa, no sudeste do Estado".

FONTE: G1 Pará

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE