MARABÁ

Polícia apreende arma de fogo, munições e coletes balísticos em áreas de conflitos agrários

A ação policial teve como objetivo verificar a atual situação do conflito agrário lá existente, bem como verificar a veracidade da denúncia de crimes ambientais

08/11/2019 07h00 | Atualizada em 08/11/2019 08h15

Polícia apreende arma de fogo, munições e coletes balísticos em áreas de conflitos agrários

Reprodução/Polícia Civil

PUBLICIDADE

A Polícia civil do Pará apreendeu, nesta quarta-feira (06), armas de fogo, munições e coletes balísticos em área de Conflitos Agrários. Após se deslocarem até a área da PA/ Diamante e a Fazenda Beira Rio, durante as diligências, a equipe policial foi surpreendida pela presença de dois homens armados, que portavam revólveres de calibre 38. Na ação foram apreendidos, 03 revólveres da marca Taurus, calibre 38, além de 15 munições do mesmo calibre e 03 coletes balísticos. Durante as apreençoes foram presos Camilo Salgado Mascarenhas Moreira, Diogo Fernando Ribeiro Teixeira e Robison das Neves Castro, pela prática do crime de desobediência à ordem judicial e porte ilegal de armas de fogo, ocasião em que tambem foi determinado o afastamento dos integrantes da empresa de escolta e Vigilância, daquelas áreas de conflito. As buscas e apreensões e prisoes dos acusados ocorreu na zona rural de Marabá.

A ação policial teve como objetivo verificar a atual situação do conflito agrário lá existente, bem como verificar a veracidade da denúncia de crimes ambientais. A ação foi coordenada pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI), sob coordenação do delegado José Umberto Melo Junio e foi realizada pela equipe de policiais civis da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá (DECA/MBA).

Segundo a equipe da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá (DECA/MBA), os acusados estavam escondidos em um arbusto (Planta perene, de caule lenhoso, menor que uma árvore.). Após a abordagem policial e busca pessoal, os homens informaram que eram vigilantes de uma empresa, e estavam ali descansando, pois o veículo no qual realizavam ronda, havia quebrado. Diante disso, a equipe policial se deslocou até o interior da PA Diamante, onde foi localizado o terceiro vigilante que também estava de posse de uma arma de fogo, diante do fato, a equipe deu voz de prisão aos acusados.

FONTE: Polícia Civil PA

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE