PARAUAPEBAS

'Primeira-dama' é presa por envolvimento em homicídio

A ‘primeira-dama’ teria envolvimento na execução de outro criminoso da facção rival, Comando Vermelho

Felipe Leonel

Acesse o Blog

17/01/2020 14h10 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

PUBLICIDADE

A Polícia Civil do Pará prendeu, nesta quinta-feira (16), Bruna Izaura, que seria conhecida no mundo do crime como a ‘primeira-dama’, do Primeiro Comando da Capital (PCC).

A ‘primeira-dama’ teria envolvimento na execução de outro criminoso da facção rival, Comando Vermelho.

De acordo com informações divulgadas pelo portal Pebinha de Açúcar, a mulher teria participado na morte de Ítalo Rodrigues da Silva, em agosto de 2019, na cidade de Parauapebas (651 km de Belém).

Ítalo foi executado com três tiros enquanto estava na frente da sua residência. O homicídio ocorreu, segundo informações da Polícia Civil, em função da rivalidade entre as duas organizações criminosas.

A polícia chegou à primeira-dama após a prisão de seu comparsa, Paulo Henrique da Silva Reis, piloto da moto utilizada no crime e também de Willas Ramom, conhecido como ‘Boneco da Nike’, que teria um relacionamento com a ‘primeira-dama’.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE