NO DIA DAS MÃES

Membro do PCC é assassinado durante rebelião em presídio de Redenção

De acordo com informações não oficiais, Baiano teve o coração arrancado pelos presidiários e teve o órgão jogado no corredor do estabelecimento penitenciário

12/05/2019 14h28 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Membro do PCC é assassinado durante rebelião em presídio de Redenção

Reprodução/Internet

PUBLICIDADE

Detentos do Centro Regional de Recuperação de Redenção promoveram uma rebelião na manhã deste domingo (12) e mataram um homem identificado de nome Maxuel, mais conhecido como ‘Baiano’. Ele deveria passar pelo Tribunal do Júri no próximo dia 14 e estava sendo mantido em cela separada, devido ameaças recebidas de outra facção rival.

De acordo com uma nota da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), outras duas pessoas foram assassinadas de ‘brinde’. Um dos mortos teria assassinado o irmão de um líder de uma facção que se encontrava preso na mesma unidade prisional. Além dos mortos, também houve três feridos.

Segundo a nota da Susipe, o alvo da ação era Baiano, que havia sido transferido para o Centro de Recuperação para responder por um homicídio cometido em Redenção. De acordo com informações não oficiais, Baiano teve o coração arrancado pelos presidiários e teve o órgão jogado no corredor do estabelecimento penitenciário.

Cinco agentes também haviam sido mantido reféns e já foram liberados. Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil do Estado do Pará (OAB/PA), a Promotoria de Justiça, além do juiz da comarca e a direção da prisão participaram das negociações. Após o fato, agentes realizaram uma revista para recontagem dos presos e apurar mais informações.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE