CRIME

Irritado com latidos, policial militar mata cachorro de vizinho a tiros em Belém

O policial não estava fardado, após a morte, o militar ainda teria puxado o animal para manchar de sangue o espaço de dentro da casa, segundo a denúncia

14/08/2019 08h58 | Atualizada em 14/08/2019 09h12

Irritado com latidos, policial militar mata cachorro de vizinho a tiros em Belém

Reprodução / Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE

Um cachorro boxer , chamado Hulk, foi morto a tiros na noite desta terça-feira (13) em Belém, após latir no portão da casa de um policial militar, segundo os donos do animal.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia da Cabanagem, bairro onde o caso ocorreu por volta das 20h15.

Segundo o relato dado à Polícia, o policial se irritou com os latidos e atirou três vezes contra o cachorro. O G1 entrou em contato com a assessoria da PM, mas até 23h50 não obteve retorno.

A dona do animal disse que o filho, de 14 anos, estava passeando com o cão na rua, quando os dois passaram em frente à casa do policial. De acordo com ela, os cachorros do militar começaram a latir de dentro da casa e Hulk teria se aproximado do portão.

"Ele (o atirador) deu o primeiro tiro de dentro da casa dele e mandou meu filho se afastar. Ele gritava pra não matarem o cachorro, mas aí ele veio e deu mais dois tiros", afirmou a dona.

O policial não estava fardado, segundo o boletim de ocorrência. Após a morte, o militar ainda teria puxado o animal para manchar de sangue o espaço de dentro da casa, segundo a denúncia. A ação teria sido presenciada por vizinhos.

FONTE: G1 Pará

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE