TUCURUÍ

Funcionário de juiz federal é preso por usar carro do magistrado para venda de armas

As investigações começaram quando o suspeito, que trabalhava para o juiz, registrou um falso boletim de ocorrência afirmando que teria sido alvo de uma tentativa de assassinato. Juiz alegou não saber

05/09/2019 12h49 | Atualizada em 09/09/2019 13h07

Funcionário de juiz federal é preso por usar carro do magistrado para venda de armas

Reprodução/Polícia Civil

PUBLICIDADE

O funcionário de um juiz federal foi preso na madrugada desta quinta-feira (5) suspeito de usar o carro do juiz para negociar a venda de armas de fogo. Um homem apontado como comprador de armas também foi preso. O caso aconteceu em Tucuruí.

As investigações começaram quando um dos suspeitos, que trabalhava para o juiz, registrou um falso boletim de ocorrência afirmando que teria sido alvo de uma tentativa de assassinato. Ele disse que o carro do juiz onde ele estava teria sido atingido por um tiro no meio da rua.

Mas, os investigadores concluíram que o disparo ocorreu de dentro para fora do veículo, o que descarta a hipótese de tentativa de assalto ou de assassinato.

Segundo a polícia, ele mostrava uma arma de fogo a um possível comprador, quando acidentalmente o revólver calibre 38 disparou.

O vendedor e o comprador foram presos e estão sendo indiciados por porte ilegal de arma de fogo. Ainda segundo a polícia, o juiz não sabia que o funcionário usava o carro para negócios ilegais.

FONTE: G1 Pará

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE