INTEGRAÇÃO

Deputados se reúnem com Governador para tratar sobre investimentos

A reunião também contou com uma explanação do quadro de investimentos para operação de créditos externos direcionados às regiões de integração

25/09/2019 06h41 | Atualizada em 28/09/2019 16h44

Deputados se reúnem com Governador para tratar sobre investimentos

Glaílson Golçalves / Alepa

PUBLICIDADE

Deputados se reuniram na tarde desta terça-feira (24) com o governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, no Palácio do Governo, para discutir as tomadas de decisões que dizem respeito ao pagamento de 50% do 13° salário dos servidores ativos e inativos do Estado entre os dias 8 e 10 de outubro de 2019. A medida deverá beneficiar cerca de 100.540 servidores ativos e aproximadamente 46.816 servidores inativos e pensionistas, resultando no desembolso de mais de R$300 milhões.

A reunião também contou com uma explanação do quadro de investimentos para operação de créditos externos direcionados às regiões de integração.

"Hoje discutimos com o governador e deputados as operações de crédito que irão para apreciação na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Nesse encontro, os deputados puderam sugerir ao governador aquilo que eles acham viável para a região do Estado, são obras que serão contempladas pelo governo e com apoio do Poder Legislativo.  Com essa união o Pará cresce em desenvolvimento. Estamos construindo de maneira positiva para a população desse Estado. Há um grande interesse dos 41 parlamentares em levar a cada município trabalho e progresso, estamos trabalhando para isso", explicou o presidente da Alepa, deputado Dr. Daniel Santos.

Para o deputado Júnior Hage, presidente da Comissão de Fiscalização, Financeira e Orçamentária da Casa, esse momento é importante: "Aqui já podemos dialogar com o governo sobre as obras que cada região necessita, vamos receber em breve o Projeto de Lei que fala sobre essas questões de operações de crédito, vamos avaliar nas comissões e, caso esteja de acordo com o que diz nosso regimento, será aprovado na Assembleia. O empréstimo já está carimbado para acontecer, justamente por conta que ele é uma operação bancária que deve seguir todo trâmite. A Assembleia Legislativa anseia pelos asfaltamentos de rodovias, por obras de infraestrutura, e essas obras virão através desses empréstimos que irão justamente beneficiar várias regiões, como por exemplo a região que representa a Calha Norte. São nove municípios se planejando, que irão receber asfaltamento em várias rodovias", disse o deputado.

"Nós, deputados, estamos interagindo de maneira respeitosa com cada região que irá ser beneficiada com proposições que serão encaminhadas, analisadas e em seguida aprovadas. Entendemos que é para a melhoria do Estado do Pará. Fico satisfeita, a região do nordeste paraense está sendo muito bem contemplada com várias obras e sei que cada uma terá seu ganho, a população precisa e merece", ressaltou a deputada Renilce Nicodemos.

Segundo a deputada professora Nilse Pinheiro, o Governo do Estado e Assembleia Legislativa antes de tudo trabalham com atitude, com diálogo. "Temos um diálogo aberto, franco, onde a gente compartilha compromisso e responsabilidade. A Assembleia Legislativa, a bancada feminina praticamente toda presente para defender o trabalho que é necessário ser levado ao estado do Pará", destacou ela.

"Por decisão do governo e pela responsabilidade com o equilíbrio das contas do Estado, vamos fazer a antecipação dos recursos com os quais será pago aos servidores uma parcela do décimo terceiro dos servidores públicos do Estado. Isso representa uma injeção de recursos na economia do Estado. Ao longo desses meses de gestão buscamos otimizar a mão de obra do Estado, estamos demonstrando a saúde fiscal do Estado. Apresentei aos deputados os investimentos de operações de crédito e cada um pôde dar o seu olhar, fazer seu relato nas questões de obras para cada região. Estamos com o compromisso de levar a este Estado o que cada cidadão precisa, temos trabalhado para isso e tenho tido a parceria do Poder Legislativo", falou o governador do Estado do Pará, Helder Barbalho.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração (Sead), tal medida só foi possível em função de diversas medidas de contenção de gastos e priorização de despesas adotadas pelo Governo desde o início deste ano, como a redução de horas extras e de cargos comissionados, por exemplo.

A secretaria destaca ainda que o Governo do Estado foi recebido no início do ano com 47,16% de comprometimento da receita corrente líquida com despesas com pessoal. Até agosto deste ano, porém, o comprometimento já foi reduzido para 46,42%.

A expectativa é de que a medida resulte no incremento de mais de R$300 milhões na economia do Estado, aquecendo a economia, além de também beneficiar diretamente os servidores, garantindo a antecipação de um direito aqueles que cumprem um papel fundamental no desenvolvimento do Estado.

A reunião contou com a presença dos parlamentares: Ana Cunha, Alex Santiago, Antônio Tonheiro, Cilene Couto, Diana Belo, Dirceu Ten Caten, delegado Nilton Neves, Eliel Faustino, Gustavo Sefer, Heloísa Guimarães, Hilton Aguiar, Fábio Freitas, Fábio Figueiras, Martinho Carmona, Miro Sanova, Dr. Jaques Neves, Ozório Juvenil, Paula Gomes, Dr. Wanderlan Quaresma, Michele Begot, Carlos Bordalo, Francisco Melo (Chicão), líder do governo na Alepa, Renato Ogawa e Victor Dias.

FONTE: Alepa

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE